Vem aí o 1º caminhão elétrico extrapesado a hidrogênio

 

A Bosch se uniu à startup Nikola, nos Estados Unidos, para lançar até 2021 o que deverá ser o primeiro caminhão elétrico de grande porte extrapesado para operações de longas distâncias, com energia fornecida por células de combustível alimentadas por hidrogênio. Dois protótipos, os Nikola Truck One e Two, foram apresentados: são cavalos mecânicos Classe 8 equipados com dois motores elétricos Bosch acoplados ao eixo que geram estratosféricos 1.000 cavalos e torque máximo de 2.700 Nm (ou 276 kgfm). É mais que o dobro da potência de qualquer modelo nessa categoria de peso. Com emissão zero de poluentes ou CO2 - o único subproduto emitido no processo na ponta do escapamento é vapor d'água -, a grande vantagem da tecnologia empregada é a autonomia de quase 2 mil quilômetros antes de precisar reabastecer o tanque com hidrogênio líquido, o que leva apenas 15 minutos em um posto. 


No projeto do Nikola Truck, a Bosch fornece soluções que já desenvolveu para eletromobilidade, especialmente o seu eAxle, eixo trator modular que pode ser adaptado a veículos de diversos tamanhos, que integra em uma só peça a os sistemas eletroeletrônicos do powertrain, transmissão e dois motores elétricos que operam em conjunto diretamente acoplados às rodas. Junto com a Nikola, a sistemista alemã desenvolve agora a estrutura das células de hidrogênio para alimentar o caminhão elétrico. Toda a arquitetura eletroeletrônica e de controles veiculares serão baseados no portfólio da Bosch. 

'A Bosch é uma incubadora de soluções de eletromobilidade, não importa se para (fornecer a) fabricantes de veículos estabelecidas ou (empresas nascentes) startups', afirmou em nota sobre a parceria Markus Heyn, membro do conselho de administração da Bosch responsável pelos negócios de veículos comerciais. 'Avanços na tecnologia da mobilidade precisam de metas visionárias, velocidade para colocar no mercado e estrutura disciplinada para assegurar sucesso no longo prazo. Juntos com a Nikola, estamos pressionando a nós mesmos a perceber novos níveis de progresso tecnológico e penetração de mercado', acrescentou Heyn.

'Estamos agressivamente perseguindo nosso objetivo de lançar no mercado o mais avançado cavalo mecânico já construído', disse Trevor Milton, festejado empreendedor fundador e CEO da Nikola Motor Company. 'Nosso powertrain elétrico precisa de um parceiro inovador e flexível, apto a se adaptar rapidamente à velocidade de nosso time. A Bosch nos empodera a ir ao mercado rapidamente com equipamentos e programas de padrão automotivo, assim nossa visão pode se tornar uma realidade', completou. 

Segundo os sócios no projeto, o objetivo é fazer do Nikola Truck uma alternativa viável aos caminhões rodoviários extrapesados de longa distância, com autonomia, operação e custo de propriedade similares aos veículos movidos por motores diesel. 

A Nikola está fazendo a pré-venda de seus caminhões elétricos nos Estados Unidos por meio de leasing operacional, com depósito de US$ 1,5 mil para quem quiser fazer a reserva, incluindo no preço o equivalente a 1 milhão de milhas (1,6 milhão de quilômetros) de abastecimento de hidrogênio. A empresa toca em paralelo projeto para dominar e criar uma cadeia sustentável no país de produção e distribuição de hidrogênio, com postos que retiram o gás da água por meio de eletrólise, usando para isso energia fornecida por fazendas de captação solar. O combustível será vendido em alta compressão, na forma líquida. 

 

Fonte: Automotive Business, 20/09/2017


Categoria: Notícia

Publicado em:

  • SÃO PAULO-SP, Administração
  •    Rua Padre Chico, 221 Cj. 608 - Bairro Perdizes
  • CEP 05008-010 - São Paulo-SP [ver mapa]
  • +55 11 3045-0816
  • ANÁPOLIS-GO, Fábrica
  •    Via Primária 07-D, S/N QD 12 Módulo 11 - DAIA
  • CEP 75132-140 - Anápolis-GO [ver mapa]
  •  
by Redbit